segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Gerês, S. Bento da Porta Aberta

Santuário de São Bento da Porta Aberta


O Santuário de São Bento da Porta Aberta é um santuário católico português, localizado na freguesia de Rio Caldo, em Terras de Bouro, distrito de Braga.

 Teve a sua origem em 1615, com a construção de uma pequena igreja. O actual santuário é do final do século XIX e iniciou-se a sua reconstrução em 1880 e concluiu-se em 1895.


A designação de São Bento da Porta Aberta deve-se ao facto de a igreja ter sempre as suas portas abertas, servindo de abrigo aos viajantes.
 Recebe anualmente 2,5 milhões de peregrinos sendo o segundo maior santuário português, depois de Fátima.



São Bento proclamado como “Pai e Padroeiro da Europa” e Patriarca dos Monges do Ocidente, atrai milhares de peregrinos a cada santuário onde é venerado.

A sua imagem caracterizada pela figura do corvo, remete-nos para um dos episódios da sua vida, o pão envenenado, que lhe foi oferecido como presente por Florêncio, seu discípulo, e que o Santo sabia estar envenenado. Por isso mandou que o corvo, que habitualmente aparecia por ali, o levasse para longe, para que ninguém o pudesse encontrar.

16 comentários:

  1. Boa noite de paz, querid amiga Amélia!
    Esse santuário eu perdi de conhecer, mas chegará o dia, se Deus quiser!
    Foi um dedal com cunho espiritual que gostaria de ter também.
    Que São Bento interceda por você, amiga.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fratern de paz e bem

    ResponderEliminar
  2. Lindos dedais e fotos,adorei! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Piękne naparstki z ciekawego miejsca:)Pozdrawiam

    ResponderEliminar
  4. Igreja linda!!
    Adorei os dedais.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  5. Olá Amélia: nunca tinha ouvido falar! Sempre com lições valiosas por aqui. Os dedais são muito bonitos!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  6. Linda a história de São Bento
    Do templo de porta aberta
    Que é uma medida certa
    Para quem procura alento

    À alma como alimento
    De fé, quando a dor aperta
    Ou quando um sinal de alerta
    Vem da alma ao pensamento!

    E o corvo que me era estranho,
    O que narras deu-me um banho
    De luz ao conhecimento,

    Por teu ensino tamanho
    Ao meu saber tão tacanho.
    Graça a nós, por São Bento!

    Grande abraço, querida amiga! Está linda tua postagem e os dedas de Sã Bento, maravilhosos! Laerte.

    ResponderEliminar
  7. Não conhecia.
    Os dedais da Amélia a promover o turismo de Portugal, muito bom
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Que peças lindas!
    Tão bom ler a história! É um verdadeiro regalo
    Beijinhos e sorrisos

    ResponderEliminar
  9. Voltei pra avisar que tem céu teu por lá! beijos, obrigadão! chica
    Podes ver aqui:

    http://ceuepalavras.blogspot.com/2020/04/ceu-da-amelia-e-gracinha-e-lena.html

    ResponderEliminar